Bem-vindo! Quinta, 25/05/2017.
Agora na TV 22:30h SHARK TANK BRASIL / 22:50h ERA UMA VEZ UMA HISTÓRIA / + programas
Busca
Tempo em SC

Economia

COLUNISTAS

Ver todos
05/04/2017

Economia

Coreia do Sul autoriza importação de carne suína catarinense

Coreia do Sul autoriza importação de carne suína catarinense Imagem: Divulgação Cidasc
Por Secom

Durante a 18ª Edição do Simpósio Brasil Sul de Avicultura, na tarde desta terça-feira, 4, em Chapecó, no Oeste do Estado, o governador Raimundo Colombo anunciou que a Coreia do Sul autorizou a importação de carne suína catarinense. O país coreano, que já importa frango brasileiro, estava há 10 anos em negociação com SC.

“Hoje o governo coreano reconheceu e autorizou Santa Catarina como exportador de carne suína para Coreia do Sul, o que nos fará crescer mais ainda. Eles são o quinto maior importador de carne suína do mundo e os valores são bem significativos" disse o governador.

Colombo explicou que uma comissão coreana virá ao Estado no mês de maio deste ano para autorizar mais empresas a exportar para o país. “Eles virão de 10 a 27 de maio para autorizar mais quatro ou cinco plantas a exportar. Isso ajuda muito na nossa economia, ainda mais nesse momento crítico, porque mostra confiança e reconhece o trabalho dos catarinenses”.

O simpósio que vai até quinta-feira, 6, marca os 18 anos de evento e os 100 anos da cidade de Chapecó. Segundo os organizadores são duas datas que aumentam a responsabilidade da comissão científica em apresentar temas e palestrantes relevantes. É organizado pelo Núcleo Oeste de Médicos Veterinários e Zootecnistas.

“Aqui tem centenas de veterinários, todos profissionais de alto nível, com reconhecimento no Brasil e no exterior. Eles estão mostrando exatamente esse lado profissional que nos dá segurança, transparência, o que consolida os resultados que já tivemos e a perspectiva de continuar cada vez melhores”, destacou Colombo.

O evento vai debater o impacto da legislação sobre a produtividade avícola brasileira além da competitividade e riscos sanitários. Também vai aprofundar a discussão sobre a regulamentação no uso de antibióticos e a experiência da agroindústria. Outro tema destaque é a gestão de pessoas com a discussão de qual profissional a agroindústria necessita no processo produtivo.

“É um evento fundamental para manter a liderança na tecnologia, no conhecimento e na aplicação da ciência na produção de aves em nosso Estado. Santa Catarina é o segundo maior produtor nacional e grande exportador. A avicultura exporta 54% da sua produção, o que significa que temos qualidade, custo competitivo e eficiência na cadeia produtiva”, enfatizou o secretário adjunto da Agricultura e da Pesca, Airton Spies. 









Últimas Notícias

Economia

Governador apresenta a 2ª edição do Fundam

Economia

Lei da gorjeta entra em vigor neste sábado

Economia

Caixa econômica inicia nesta sexta-feira (12) pagamento dos FGTS dos meses de junho, julho e agosto