Bem-vindo! Quarta, 28/06/2017.
Agora na TV 16:55h BRASIL URGENTE / 18:50h BAND CIDADE / + programas
Busca
Tempo em SC

Economia

COLUNISTAS

Ver todos
07/03/2017

Economia

Feira de alimentos contribui para SC ampliar relações comerciais com o Japão

Feira de alimentos contribui para SC ampliar relações comerciais com o Japão Foto: Claudio Thomas/Secom
Por Secom

A missão de Santa Catarina, liderada pelo governador Raimundo Colombo, participou, nesta terça-feira,7, pela manhã, da abertura da Foodex 2017, a maior feira de alimentos e bebidas da Ásia, realizada na província de Chiba, na região metropolitana de Tóquio. Na cerimônia, o Brasil estava representado pelo embaixador André Corrêa Aranha do Lago.

Esta é a 42ª edição da feira, que conta com fabricantes de alimentos, bebidas e empresas comerciais que representam cerca de 80 países entre os seus expositores, com uma previsão de mais de 70 mil compradores.

Depois do ato, o governador Colombo e o embaixador Aranha do Lago cortaram a fita que inaugurou o estande do Brasil. Em seu discurso, o embaixador destacou a presença do governador e da comitiva e pediu aos presentes uma salva de palmas. “Todos sabem que o Santa Catarina é um dos maiores fornecedores de frango para o Japão, além de ser o único Estado do Brasil a exportar carne suína para esse país por ser zona livre de febre aftosa”, ressaltou o embaixador.

Raimundo Colombo disse que a Foodex é uma grande oportunidade para Santa Catarina ampliar as relações comerciais com o Japão, possibilitando assim a geração de mais empregos no Estado.

“O Japão é a região do mundo em que nós mais estamos crescendo e apresenta o maior potencial de evolução. Por isso, é importante estar aqui, defender a nossa posição e valorizar a qualidade e a competitividade dos nossos produtos e, é claro, reconhecer o trabalho da nossa gente”, afirmou o governador.

O secretário-executivo de Assuntos Internacionais, Carlos Adauto Virmond Vieira, observou que a Foodex é essencial para o agronegócio de Santa Catarina. Logo após a cerimônia de inauguração do estande do Brasil, Virmond Vieira e o diretor de Economia Internacional da SAI, Guilherme Bez Marques, participaram de reuniões com alguns dos principais importadores de carne do Japão, entre eles, Mitsubishi, Mitsui e Nippon Ham.

“A feira é importante para alavancar a economia catarinense, principalmente nas exportações de carnes de frango e sunína para o Japão”, disse o secretário Adauto Virmond Vieira.

Representando a região Oeste de SC, o deputado estadual Gelson Merísio disse que a Foodex é importante para que o Estado possa mostrar a força da economia e consolidar o mercado da carne suína aberto recentemente no Japão.

“Agora, com a abertura das exportações para a Coreia do Sul teremos condições de ter o mercado da carne suína mais estável, com o melhor preço pago aos produtores e com a certeza de crescimento da nossa produção. É Santa Catarina trabalhando para que o nosso mercado no exterior seja cada vez mais forte”, afirmou Merísio.

A missão catarinense é composta pelos secretários da Fazenda, Antônio Gavazzoni, de Assuntos Internacionais, Carlos Adauto Virmon Vieira, o diretor de Economia Internacional da SAI, Guilherme Bez Marques, o deputado estadual Gelson Merísio, o presidente da Federação das Indústrias de SC, Glauco José Côrte, o vice-presidente da Fiesc, Gilberto Seleme, o diretor de Desenvolvimento Institucional da Fiesc, Carlos Henrique Ramos Fonseca, a coordenadora do Centro Internacional de Negócios da Fiesc, Tatiana Leal, e o diretor-executivo do Sindicato das Indústrias da Carne, Ricardo Gouvêa.

Aomori, Estado-irmão de Santa Catarina

A comitiva catarinense deixou Tóquio na noite desta terça-feira,7, e seguiu viagem para a cidade de Aomori, na Província de Aomori, Estado-irmão de Santa Catarina, onde desembarcou à noite sob uma temperatura de 3 graus abaixo de zero e queda de neve.

Na manhã desta quarta-feira, 8, o governador Raimundo Colombo e a comitiva catarinense serão recebidos pelo governador da Província de Aomori, Shingo Mimura, quando será realizada a entrega do documento que consolida o compromisso de SC com o acordo de cooperação com Aomori.

Logo após, a comitiva será recebida pelo diretor-geral do Departamento de Agricultura, Floresta e Pesca, Masaharu Tsushima, e o assessor especial para Relações Internacionais e Turismo, Yoshiaki Hori.

Na parte da tarde, será realizada visita ao Centro de Pesquisa em Cultura de Macieira, referência mundial no setor, que fica na cidade de Kuroishi, próximo a Aomori.

Avicultura e suinocultura

Santa Catarina é o segundo maior produtor e exportador de carne de frango do país. Em 2016, as exportações de carne de frango superaram um milhão de toneladas para mais de 100 países.

Os principais destinos do produto catarinense foram o Japão, a China e os Países Baixos, que juntos responderam por 38,5% das exportações. O faturamento das exportações foi de US$ 1,7 bilhão no último ano.

O Estado encerrou 2016 como o maior produtor e exportador de carne suína do país. O volume das exportações chegou a 274,1 mil toneladas, um aumento de 43,47% em relação a 2015. O Estado respondeu por 38% das exportações brasileiras de carne suína, arrecadando US$ 555,2 milhões no último ano. Em 2016, os principais destinos da carne suína produzida em Santa Catarina foram Rússia, China e Hong Kong, que juntos responderam por 67,2% das exportações de SC. 









Últimas Notícias

Economia

Prazo para sacar o abono do Pis/pasep de 2015 termina nesta sexta-feira

Economia

Comércio de Florianópolis deve ter alta nas vendas neste inverno

Economia

Vendas do varejo catarinense crescem 1,83% no Dia dos Namorados