Bem-vindo! Quarta, 18/10/2017.
Agora na TV 00:00h JORNAL DA NOITE / 00:45h QUE FIM LEVOU? / + programas
Busca
Tempo em SC

Educação

COLUNISTAS

Ver todos
15/08/2017

Educação

Acadêmicos da Udesc que farão Enade 2017 devem preencher cadastro na internet

Acadêmicos da Udesc que farão Enade 2017 devem preencher cadastro na internet Imagem: Divulgação internet
Por Secom

Mais de mil alunos concluintes de 27 cursos de graduação da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) que farão o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) deste ano devem preencher um cadastro na internet com seus dados pessoais. A data da prova está marcada para 26 de novembro. O resultado é um dos principais componentes para o cálculo dos indicadores de qualidade dos cursos e das instituições de ensino superior do país.

O cadastro estará acessível aos estudantes no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) até 20 de novembro. Devem fazer o exame todos os acadêmicos de graduação da Udesc que têm expectativa de conclusão de curso até julho de 2018 ou que tenham cumprido 80% ou mais da carga horária mínima estabelecida pelo currículo do curso.

A lista dos participantes é definida pelo Sistema de Gestão Acadêmica (Siga). Quem não fizer a prova não poderá colar grau, pois o Enade é um componente curricular. Os estudantes com dúvidas podem procurar a chefia de departamento do seu curso. É possível saber tudo sobre a prova no Guia do Enade.

Os acadêmicos habilitados para o exame, independentemente de estarem com a matrícula trancada, deverão ser inscritos e realizar todas as etapas previstas no Enade.

Campanha para informar alunos

Com o objetivo de auxiliar os estudantes que farão a prova, a Udesc está promovendo uma campanha educativa sobre o tema. O objetivo da Pró-Reitoria de Ensino (Proen), com o apoio da Coordenadoria de Avaliação Institucional (Coai), é incentivar os alunos da universidade a se informarem sobre o exame, que tem perfil e formato diferentes das questões encontradas nos concursos de vestibular, por exemplo, pois são mais interpretativas.

A iniciativa prevê orientações para os estudantes e divulgação do calendário com as datas relativas à avaliação, entre outras ações. Aplicado pela primeira vez em 2004, o Enade leva três anos para completar o ciclo de avaliação de todas as áreas do conhecimento – Ciências da Saúde, Agrárias, Sociais e Jurídicas, Engenharias e Licenciaturas. O resultado beneficia a instituição e também os alunos, pois aponta indicadores como o nível de qualidade dos cursos.

Cursos participantes deste ano

Engenharia Ambiental
Engenharia Florestal
Ciência da Computação
Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas
Engenharia Civil
Engenharia Elétrica
Engenharia Mecânica
Engenharia de Produção e Sistemas
Física (Licenciatura)
Matemática (Licenciatura)
Química (Licenciatura)
Pedagogia a Distância (Licenciatura)
Artes Visuais (Licenciatura)
Música (Licenciatura)
Sistemas de Informação (Ibirama e São Bento do Sul)
Engenharia Sanitária
Educação Física (Licenciatura)
Engenharia de Alimentos
Sistemas de Informação
Engenharia de Produção - Habilitação em Mecânica
Arquitetura e Urbanismo
Engenharia de Petróleo
Geografia (Bacharelado)
Geografia (Licenciatura)
História (Bacharelado)
História (Licenciatura)
Pedagogia (Licenciatura)
Formato da prova

Os estudantes responderão dez questões de formação geral e 30 questões específicas de cada curso. A pró-reitora de Ensino da Udesc, Soraia Tonon da Luz, explica que, para fazer a prova, os acadêmicos precisam saber interpretar os textos.

"O Enade trabalha questões de formação geral, mas também de gênero, multiculturalidade, política, economia, direitos humanos. Mesmo que o aluno faça um curso de Fisioterapia ou Administração, precisa saber o que está acontecendo no país e no mundo e como pode contribuir", diz.

Outra parte que integra a avaliação, o Questionário do Estudante, visa conhecer o processo de formação dos alunos e saber como eles percebem a instituição, por meio de questões relacionadas ao perfil socioeconômico, estrutura curricular e oportunidades de ampliação da formação acadêmica e profissional.

Valorização do ensino e do futuro profissional

O exame também pode apontar quais pontos devem ser melhorados para aprimorar a formação dos acadêmicos e serve para compor o Índice Geral dos Cursos (IGC), do Ministério da Educação (MEC). "Uma vez que o curso seja bem avaliado, o diploma do aluno também terá mais peso no mercado de trabalho e fará com que ele seja cada vez mais valorizado como profissional", destaca a pró-reitora de Ensino.

A campanha para conscientizar os estudantes sobre a importância do Enade é parte integrante do Programa Institucional NDE - Valorização do Ensino de Graduação, coordenado pela Proen e pela Coai. A iniciativa prevê atividades e estratégias para manter ou aumentar o nível de qualidade dos cursos de graduação mensurada em avaliações externas e internas, como a realizada anualmente pelo MEC.

Mais informações sobre a campanha e o Enade podem ser obtidas com a Proen pelo telefone (48) 3664-8129 e pelo e-mail proen.reitoria@udesc.br. 









Últimas Notícias

Educação

Colégio Militar será instalado no Centro de Blumenau

Educação

Rematrículas online começam nesta segunda-feira nas escolas estaduais

Educação

Escolas estaduais continuam com atendimento aos alunos com deficiência