Bem-vindo! Sexta, 18/08/2017.
Agora na TV 11:00h JOGO ABERTO / 12:30h MEIO-DIA CATARINA / + programas
Busca
Tempo em SC

Saúde

COLUNISTAS

Ver todos
18/04/2017

Saúde

Vacinação contra gripe iniciou com expectativa de imunizar quase 23 mil pessoas

Vacinação contra gripe iniciou com expectativa de imunizar quase 23 mil pessoas Foto: Helena Marquardt/ADR Ibirama
Por Secom

A 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza em Santa Catarina começou nesta segunda-feira, dia 17 de abril, e se estende até o dia 26 de maio. Nesse período a expectativa é de que quase 23 mil pessoas sejam imunizadas nos nove municípios que compõem a Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Ibirama.

A cidade de Ibirama é a que conta com o maior número de pessoas nos grupos prioritários, sendo 5.330 ao todo, em seguida está Presidente Getúlio com 4.230 e Apiúna com 3.300. José Boiteux tem como meta vacinar 2.836 pessoas, Lontras 2.681,Vitor Meireles 1.836, Dona Emma 1.114, Witmarsum 1.077 e Presidente Nereu com 665.

Nesse ano, uma das novidades da campanha é que durante os dias de 17 a 21 de abril, o Governo do Estado irá priorizar a imunização das pessoas com 60 anos ou mais e dos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. A decisão de iniciar com esse público alvo baseou-se por ser o grupo que mais houve internações e mortes em 2016. Pesou também na decisão o cronograma de distribuição das vacinas anunciado pelo Ministério da Saúde, que prevê o envio de apenas 25% do total de doses até o dia 5 de abril. Além do fato de que esse público representou 72% das internações e 77% dos 108 óbitos notificados por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por influenza em 2016.

O aposentado, Ingo Von Zeschau, de 72 anos, foi um dos primeiros idosos a tomar a vacina contra gripe em Ibirama e garante que proteção nunca é demais. “Com a vacina a gente até pega gripe, mas não tão forte e por isso tomo todo ano. Hoje vim até o posto pegar uns remédios com a minha esposa e já aproveitamos para tomar a vacina.”

A vacinadora ibiramense Andreia da Silva, explica que infelizmente neste primeiro dia poucas pessoas como seu Ingo vieram se imunizar, mas a expectativa é de que nos próximos dias o movimento nos postos seja bem mais intenso. “Os idosos estão vindo a passos lentos e esperamos que aumente para podermos alcançar a nossa meta até o final da campanha”, falou.

Ela ressaltou que além da gripe, os postos também tem aproveitado a campanha para colocar outras vacinas em dia. “Santa Catarina está atingindo um número de casos de morte por tétano alarmante e precisamos baixar esse índice para zero, por isso já estamos aproveitando os idosos e outros grupos que vem tomar a vacina da gripe e dando também as doses contra o tétano para quem precisa.”

Outra novidade para 2017 é que cerca de 94.362 professores das redes pública e privada do estado agora também estão no público alvo. Para receber a vacina, eles podem se dirigir a uma unidade de saúde com sala de vacina. De acordo com a enfermeira Vanessa Vieira da Silva, gerente de Imunização da Dive/SC, os educadores precisam apresentar comprovante de vínculo com uma instituição de ensino. Já os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais precisam apresentar prescrição médica com a indicação para a vacina.

O novo calendário anunciado pelo Ministério da Saúde (MS) prevê ainda que no dia 13 de maio será realizado o dia D de mobilização nacional. Segundo o secretário de Estado da Saúde, Dr. Vicente Caropreso, com o apoio de todo o sistema de saúde, municipal e estadual, a expectativa é que todas as pessoas, principalmente as dos grupos prioritários, com doenças crônicas e puérperas, compareçam nas unidades de saúde. “Temos certeza de que vamos superar o número do ano passado, o qual ultrapassou os 97%. Estamos confiantes dessa presença maciça da população de Santa Catarina, que é uma média bem superior à taxa de vacinação dos estados do país”, declara.

Quem pode se vacinar?

Poderão se vacinar todas aquelas pessoas que fazem parte do grupo de risco: pessoas com 60 anos ou mais, grávidas e mulheres até 45 dias depois do parto, crianças de seis meses até cinco anos, portadores de doenças crônicas, trabalhadores da saúde, apenados e pessoas que trabalham no sistema prisional, professores das redes pública e privada, e toda a população indígena. Pacientes já cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem se dirigir aos postos que estão cadastrados. Saiba onde buscar a vacina no site: www.gripe.sc.gov.br. 









Últimas Notícias

Saúde

Saúde assina convênio de R$ 21,6 milhões com Hospital Regional de Chapecó

Saúde

Números preocupantes em Santa Catarina, em apenas 15 dias, 121 novos focos do mosquito Aedes aegypti foram identificados no estado

Saúde

Centro Integrado de Saúde é inaugurado em Itajaí