Bem-vindo! Segunda, 23/10/2017.
Agora na TV 08:00h CAFÉ COM JORNAL / 09:10h DIA DIA / + programas
Busca
Tempo em SC

Meio Ambiente

COLUNISTAS

Ver todos
03/04/2017

Meio Ambiente

Fatma divulga último relatório semanal de balneabilidade e faz balanço

Fatma divulga último relatório semanal de balneabilidade e faz balanço Imagem: TV Catarina
Por Secom

O 17º relatório de balneabilidade, divulgado na sexta-feira, 31, pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma), fecha as análises semanais da temporada 2016/2017. De acordo com o documento, dos 214 pontos analisados, 144 (67,3%) estão próprios para banho. As coletas foram feitas de 27 a 31 deste mês e estão disponíveis no www.fatma.sc.gov.br ou no aplicativo Praias SC.

Em Florianópolis, 49 pontos (65,3%) estão próprios para banho de um total de 75. No restante do Litoral, dos 139 locais analisados, 95 (68,3%) estão aptos para os banhistas. Em relação ao relatório anterior, divulgado na semana passada, do total de pontos avaliados, 10 passaram a ser impróprios e nove tornaram-se próprios.

Aumentou o número de pontos próprios

A média da temporada 2016/2017 de análises semanais mostra que 69,15% dos 214 pontos avaliados ficaram próprios para banho. O dado mostra que houve uma melhora em relação ao mesmo período do ano anterior, que apresentou uma média de 62,55% de 211 locais avaliados. “O resultado é fruto do trabalho em conjunto do órgão ambiental e também das instituições responsáveis pelo saneamento no Estado”, informa o presidente da Fatma, Alexandre Waltrick Rates.

As coletas semanais começaram na primeira semana de dezembro de 2016. A partir de abril até meados de novembro, as coletas e análises serão mensais, com exceção de Balneário Camboriú, que por medida judicial continua sendo semanal. Os relatórios de balneabilidade de todo o Litoral catarinense serão divulgados nas últimas sextas-feiras de cada mês.

“A balneabilidade é um serviço de saúde pública para moradores e turistas de Santa Catarina. O programa é feito pela Fatma com responsabilidade e transparência há 40 anos. Cada um dos servidores envolvidos, alguns com mais de duas décadas de serviços dentro da Fundação, merecem mais uma vez nosso reconhecimento”, elogia Waltrick.

Como é feito

Para dizer se um ponto é próprio ou impróprio para banho, a Fatma analisa a presença da bactéria Escherichia Coli, encontrada em fezes de animais e humanos. São necessárias cinco coletas consecutivas para se obter o resultado. Quando em 80% das análises a quantidade da bactéria é inferior a 800 por 100 mililitros, o ponto é considerado próprio. O programa da Fatma é um dos mais completos do Brasil e executado há 40 anos.

Os pontos analisados são nos municípios de Araranguá, Bal. Arroio do Silva, Bal. Gaivota, Bal. Camboriú, Bal. Da Barra do Sul, Bal. Rincão, Barra Velha, Biguaçú, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Gov. Celso Ramos, Imbituba, Itajaí, Itapema, Itapoá, Jaguaruna, Joinville, Laguna, Navegantes, Palhoça, Passo de Torres, Penha, Piçarras, Porto Belo, São Francisco do Sul e São José. 









Últimas Notícias

Meio Ambiente

Mais de 75% dos pontos monitorados nas praias catarinenses estão próprios para banho

Meio Ambiente

Seis rios estão em situação de emergência em SC por conta da estiagem

Meio Ambiente

Mais de 700 estudantes vão participar do Desafio Sustentável