Bem-vindo! Sexta, 18/08/2017.
Agora na TV 11:00h JOGO ABERTO / 12:30h MEIO-DIA CATARINA / + programas
Busca
Tempo em SC

Saúde

COLUNISTAS

Ver todos
10/05/2017

Saúde

Mais de 35 mil pessoas são vacinadas contra a gripe H1N1 em São José

Mais de 35 mil pessoas são vacinadas contra a gripe H1N1 em São José Foto: Divulgação /PMSJ
Por Assessoria / PMSJ

 O Dia D será no próximo sábado (13), das 8h às 17h, em todas as Unidades Básicas de Saúde

Mais de 35 mil pessoas, o que representa 60,27% do público, já foram vacinadas contra a gripe H1N1 nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de São José, de acordo com o balanço divulgado pela Vigilância Epidemiológica do município.

Até a última terça-feira (9), 18.058 idosos; 3.766 crianças; 2.288 trabalhadores da área da saúde; 929 gestantes; 191 mulheres que estão no prazo de 45 dias após o parto; 8.930 pessoas com doenças crônicas; 1.117 professores e 31 funcionários de sistema prisional já tomaram a vacina contra a gripe em São José, totalizando 35.310 doses aplicadas.

A meta da Secretaria Municipal de Saúde é atingir 90% do público e, uma das iniciativas para alcançar o objetivo deste ano, será o Dia D para vacinação contra a gripe, marcado para o próximo sábado (13), das 8h às 17h, em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS). Os moradores de São José devem procurar a UBS mais próxima da sua residência e levar o cartão de vacinação.

A influenza ou gripe A é uma infecção viral aguda no sistema respiratório e qualquer pessoa pode ser infectada mais de uma vez. A transmissão do vírus ocorre por meio de secreções das vias aéreas e respiratória de uma pessoa contaminada ao falar, espirrar ou tossir.

Em 2016, foram vacinados 23.395 idosos; 32.299 crianças; 6.685 trabalhadores da área da saúde; 17.116 pessoas com doenças crônicas; 1.667 gestantes e 406 mulheres que estão no prazo de 45 dias após o parto.

Os sintomas da gripe H1N1 são semelhantes aos causados pelos vírus de outras gripes, porém são necessários cuidados especiais com a pessoa que apresentar febre alta, acima de 38º, calafrios, mal-estar, cansaço, tosse, dor muscular, de cabeça, de garganta, falta de ar e dificuldade para respirar. Em alguns casos, também podem ocorrer vômitos e diarreia.









Últimas Notícias

Saúde

Saúde assina convênio de R$ 21,6 milhões com Hospital Regional de Chapecó

Saúde

Números preocupantes em Santa Catarina, em apenas 15 dias, 121 novos focos do mosquito Aedes aegypti foram identificados no estado

Saúde

Centro Integrado de Saúde é inaugurado em Itajaí