Bem-vindo! Quarta, 18/10/2017.
Agora na TV 00:00h JORNAL DA NOITE / 00:45h QUE FIM LEVOU? / + programas
Busca
Tempo em SC

Saúde

COLUNISTAS

Ver todos
19/09/2017

Saúde

Mortalidade materna e infantil em Santa Catarina está abaixo da média do Brasil

Mortalidade materna e infantil em Santa Catarina está abaixo da média do Brasil Foto: Jaqueline Noceti/Secom
Por Secom

Santa Catarina tem indicadores abaixo da média brasileira em relação à mortalidade materna, conforme dados do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM). Enquanto o Brasil, em 2015, teve 57,6 óbitos por 100 mil nascidos vivos de mulheres por causas ligadas à gestação, SC teve 30,9 óbitos por 100 mil nascidos vivos. Com relação à mortalidade infantil, Santa Catarina apresenta queda nos casos: 11,7 óbitos por mil nascidos em 2011 para 9,9 em 2015. Os números de 2015 também estão abaixo da média no Brasil, que teve 12,4 óbitos de menores de um ano de idade em cada mil nascidos vivos.

“Nosso desafio é melhorar ainda mais estes indicadores, atuando nas mortes ainda evitáveis por atenção no pré-natal e parto”, disse a coordenadora das Áreas Programáticas da Secretaria de Estado da Saúde e representante do grupo condutor da Rede Cegonha, Carmem Regina Delziovo.

Os hospitais estaduais estão entre os que têm as menores taxas de cesariana do Estado. Alinhado à política de parto humanizado, em SC também é permitida presença do acompanhante e da doula. As maternidades estaduais são as que realizam o maior número de partos por ano pelo SUS. A Darcy Vargas, de Joinville, por exemplo, em 2016, fez mais de 6 mil partos, e a Maternidade Carmela Dutra, de Florianópolis, quase 4 mil partos. 









Últimas Notícias

Saúde

Número de focos de mosquito Aedes aegypti neste ano em SC é 43,6% maior do que em 2016

Saúde

Secretário da Saúde dá posse a servidores da área de enfermagem e anuncia processo seletivo

Saúde

SC fecha campanha de multivacinação com 147 mil doses aplicadas