Bem-vindo! Sexta, 22/09/2017.
Agora na TV 06:00h BANDNEWS / 07:29h GOTAS DE FÉ / + programas
Busca
Tempo em SC

Saúde

COLUNISTAS

Ver todos
18/04/2017

Saúde

Vacinação contra gripe iniciou com expectativa de imunizar quase 23 mil pessoas

Vacinação contra gripe iniciou com expectativa de imunizar quase 23 mil pessoas Foto: Helena Marquardt/ADR Ibirama
Por Secom

A 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza em Santa Catarina começou nesta segunda-feira, dia 17 de abril, e se estende até o dia 26 de maio. Nesse período a expectativa é de que quase 23 mil pessoas sejam imunizadas nos nove municípios que compõem a Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Ibirama.

A cidade de Ibirama é a que conta com o maior número de pessoas nos grupos prioritários, sendo 5.330 ao todo, em seguida está Presidente Getúlio com 4.230 e Apiúna com 3.300. José Boiteux tem como meta vacinar 2.836 pessoas, Lontras 2.681,Vitor Meireles 1.836, Dona Emma 1.114, Witmarsum 1.077 e Presidente Nereu com 665.

Nesse ano, uma das novidades da campanha é que durante os dias de 17 a 21 de abril, o Governo do Estado irá priorizar a imunização das pessoas com 60 anos ou mais e dos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. A decisão de iniciar com esse público alvo baseou-se por ser o grupo que mais houve internações e mortes em 2016. Pesou também na decisão o cronograma de distribuição das vacinas anunciado pelo Ministério da Saúde, que prevê o envio de apenas 25% do total de doses até o dia 5 de abril. Além do fato de que esse público representou 72% das internações e 77% dos 108 óbitos notificados por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por influenza em 2016.

O aposentado, Ingo Von Zeschau, de 72 anos, foi um dos primeiros idosos a tomar a vacina contra gripe em Ibirama e garante que proteção nunca é demais. “Com a vacina a gente até pega gripe, mas não tão forte e por isso tomo todo ano. Hoje vim até o posto pegar uns remédios com a minha esposa e já aproveitamos para tomar a vacina.”

A vacinadora ibiramense Andreia da Silva, explica que infelizmente neste primeiro dia poucas pessoas como seu Ingo vieram se imunizar, mas a expectativa é de que nos próximos dias o movimento nos postos seja bem mais intenso. “Os idosos estão vindo a passos lentos e esperamos que aumente para podermos alcançar a nossa meta até o final da campanha”, falou.

Ela ressaltou que além da gripe, os postos também tem aproveitado a campanha para colocar outras vacinas em dia. “Santa Catarina está atingindo um número de casos de morte por tétano alarmante e precisamos baixar esse índice para zero, por isso já estamos aproveitando os idosos e outros grupos que vem tomar a vacina da gripe e dando também as doses contra o tétano para quem precisa.”

Outra novidade para 2017 é que cerca de 94.362 professores das redes pública e privada do estado agora também estão no público alvo. Para receber a vacina, eles podem se dirigir a uma unidade de saúde com sala de vacina. De acordo com a enfermeira Vanessa Vieira da Silva, gerente de Imunização da Dive/SC, os educadores precisam apresentar comprovante de vínculo com uma instituição de ensino. Já os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais precisam apresentar prescrição médica com a indicação para a vacina.

O novo calendário anunciado pelo Ministério da Saúde (MS) prevê ainda que no dia 13 de maio será realizado o dia D de mobilização nacional. Segundo o secretário de Estado da Saúde, Dr. Vicente Caropreso, com o apoio de todo o sistema de saúde, municipal e estadual, a expectativa é que todas as pessoas, principalmente as dos grupos prioritários, com doenças crônicas e puérperas, compareçam nas unidades de saúde. “Temos certeza de que vamos superar o número do ano passado, o qual ultrapassou os 97%. Estamos confiantes dessa presença maciça da população de Santa Catarina, que é uma média bem superior à taxa de vacinação dos estados do país”, declara.

Quem pode se vacinar?

Poderão se vacinar todas aquelas pessoas que fazem parte do grupo de risco: pessoas com 60 anos ou mais, grávidas e mulheres até 45 dias depois do parto, crianças de seis meses até cinco anos, portadores de doenças crônicas, trabalhadores da saúde, apenados e pessoas que trabalham no sistema prisional, professores das redes pública e privada, e toda a população indígena. Pacientes já cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem se dirigir aos postos que estão cadastrados. Saiba onde buscar a vacina no site: www.gripe.sc.gov.br. 









Últimas Notícias

Saúde

Campanha de multivacinação para crianças e adolescentes entra na reta final

Saúde

No Dia Mundial da Pessoa com Alzheimer, alerta é para diagnóstico precoce

Saúde

Mortalidade materna e infantil em Santa Catarina está abaixo da média do Brasil