Bem-vindo! Quarta, 29/03/2017.
Agora na TV 19:20h JORNAL DA BAND / 20:25h EZEL / + programas
Busca
Tempo em SC

Turismo

COLUNISTAS

Ver todos
14/12/2016

Turismo

Recepção de turistas pelo Extremo-Oeste é discutida em reunião

Recepção de turistas pelo Extremo-Oeste é discutida em reunião Imagem: SPG / SC
Por Secom

A recepção de turistas no Extremo-Oeste de Santa Catarina foi tema de reunião do Núcleo Estadual da Região da Faixa de Fronteira nessa terça-feira, 13, em Florianópolis. Estima-se que dois milhões de argentinos visitem o Litoral catarinense na temporada de verão. Participaram do encontro o secretário de Estado do Planejamento, Murilo Flores, e o cônsul da Argentina em Florianópolis, Octávio La Croce.

“Há entraves burocráticos e de infraestrutura na recepção dos turistas, mas podemos melhorar alguns processos que darão mais agilidade na entrada de estrangeiros ao país, por Santa Catarina. O Governo do Estado vai apoiar medidas que diminuam, por exemplo, o tempo de espera na aduana durante a temporada de verão”, enfatizou o secretário de Estado do Planejamento, Murilo Flores.

“O argentino adora Santa Catarina, praias, o litoral, mas, além disso, ele tem que ter a possibilidade de conhecer o Oeste catarinense, o Centro catarinense... Vocês têm um estado muito bonito, com muita capacidade para receber turistas, e a gente tem que trabalhar para o desenvolvimento do Estado todo”, comentou o cônsul da Argentina em Florianópolis, Octávio La Croce.

Integração

Outro assunto abordado foi a integração transfronteiriça, com ênfase ao transporte e logística de grãos que abastecem a agroindústria do Oeste de Santa Catarina, avaliando-se novas alternativas para a chegada, com menor custo, do milho oriundo do Paraguai e Argentina até a região Oeste. A agroindústria catarinense traz cerca de 3,5 milhões de toneladas de milho por ano, sendo que o produto está disponível no mercado interno a mais de mil quilômetros do Oeste.

Participaram da reunião representantes das secretarias estaduais de Turismo, Cultura e Esporte, Assuntos Internacionais, Infraestrutura, das ADRs de Chapecó e São Miguel do Oeste, Prefeitura Municipal de Dionísio Cerqueira, Câmara de Comércio Santa Catarina-Argentina (Representação de Chapecó), Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul (Codesul), Sebrae e Fiesc.

Sobre o Núcleo Estadual da Faixa de Fronteira

O Núcleo Estadual de Integração da Faixa de Fronteira do Estado de Santa Catarina (NFSC) foi instalado em agosto de 2013 com o objetivo de coordenar ações e propor medidas que visem ao desenvolvimento de iniciativas e a implementação de políticas públicas para a região fronteiriça. É vinculado à Secretaria de Estado do Planejamento.

O NFSC conta com o assessoramento técnico de oito Câmaras Temáticas (nas áreas da Educação, Saúde, Infraestrutura e Logística, Controle e Segurança, Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Socioambiental, Agricultura, Pecuária e Pesca e Turismo, Cultura e Esporte), cujos focos de atuação correspondem às prioridades definidas no Plano de Desenvolvimento e Integração Fronteiriço de Santa Catarina (PDIF/SC).

A Faixa de Fronteira Catarinense abrange 82 municípios dentro do espaço territorial de 150 km que adentra ao interior do Estado, a partir da linha limítrofe entre o Estado de Santa Catarina e o país vizinho, a Argentina. 









Últimas Notícias

Turismo

SOL faz levantamento de dados turísticos dos municípios

Turismo

Técnicos identificam potenciais turísticos na região de Concórdia

Turismo

Prefeitura de Florianópolis vai garantir banheiros nas praias durante temporada